“A música me motivou a viver”. Conheça a história de superação do cantor Bruno Souza

“A música me motivou a viver”. Conheça a história de superação do cantor Bruno Souza

18 de julho de 2020

Na infância o alegretense Bruno Souza (30) não desgrudava do radinho de pilha. Embora um pouco incomum para o gosto de uma criança, era um presente que ele curtia ganhar mais do que qualquer outra coisa, o que desde aquela época, já mostrava que o coração batia mais forte pela música.

“Meu interesse musical vem desde pequeno por conta dessa paixão pelo rádio. Depois eu comecei a cantar e as pessoas começaram a me ouvir e incentivar, então surgiu a oportunidade de cantar na banda de um primo meu e eu encarei o desafio e desde aquele dia não parei mais”, conta.

Apresentação após apresentação, Bruno começou a ver a música com outros olhos e decidiu mergulhar de cabeça nesse caminho, investindo de forma mais profissional na carreira. Começou a ganhar bons cachês pelo trabalho e passou a fazer shows fora da cidade- que já não oferecia tantas oportunidades assim.

“Pela dificuldade de trabalho no segmento aqui em Alegrete, comecei a expandir meus horizontes. Foi através da música que conheci vários lugares. Fui para Cuiabá, no Mato Grosso, para tocar e acabei morando lá e integrando uma banda. Depois também tive oportunidades em Porto Alegre, Caxias do Sul e por último Tramandaí”, recorda.

No começo a família não o apoiava muito. O coração preocupado de mãe só se acalmou quando teve a certeza que o filho conseguiria se manter financeiramente trabalhando com a música. “Hoje meus familiares são meus maiores incentivadores”, reforça o cantor que já teve motivos de sobra para desistir do sonho.

Em 2015, Bruno sofreu um grave acidente que o deixou cadeirante. Após 22 dias internado,  a primeira tentativa de cantar foi frustrada; foi preciso tempo para aceitar a nova condição e entender que o essencial ele ainda carregava consigo.

“Com esse baque muito grande que eu tive na minha vida, só queria ficar isolado no meu quarto, não tinha vontade de nada. Foi a música que me motivou a viver e foi mostrando que era possível dar a volta por cima. Deus move montanhas, e a música também, ela me deu uma nova chance e sou eternamente grato por isso”, desabafa.

Hoje, as dificuldades são outras, como por exemplo, lutar pela valorização da classe. “Às vezes as pessoas acham que temos uma vida boa, que é só chegar no palco e cantar, mas tem muita coisa envolvida, trabalhamos muito. Montar equipamento, passar som, frete, as vezes demoramos um dia para chegar em casa, é cansativo, e na semana tem gravações, lives, enfim, não é uma carreira simples”, diz.

Mesmo assim, é o que dá sentido à vida de Bruno e o faz entender o porquê lá na infância tinha um fascínio tão grande pelo rádio. Hoje, ele escuta a própria voz pelo aparelho e encanta muitas pessoas.  “A música me traz uma paz de espírito muito grande, é algo fantástico. Tenho planos futuros de gravar mais álbuns, fazer vídeos, etc, mas o mais importante é levar minha musicalidade, minha alegria e o amor que tenho por cantar, até o coração das pessoas“, finaliza.

Facebook Bruno Souza

Instagram @bruno_souzaoficiall

 

Comentários