Empresária desabafa: “Está sendo um período desafiador e de adaptação”

Empresária desabafa: “Está sendo um período desafiador e de adaptação”

6 de julho de 2020

Vivemos um momento de incertezas, medos, sem conseguir enxergar com clareza o que pode acontecer ali na frente, mas, sobretudo, enfrentando os dias com esperança e sem perder o otimismo. Em tempos de pandemia essa dúbia sensação também toma conta de quem depende do movimento, da cidade pulsando e das pessoas para sobreviver.

O comércio, um dos setores mais afetados com a crise em razão da pandemia do coronavírus, teve que se reinventar rapidamente para atender uma nova realidade que pegou de surpresa qualquer planejamento. Em meio a esse “novo normal”, a loja de roupas femininas, masculinas e infantis João e Maria, completa esse mês cinco anos em funcionamento e para a empresária Sílvia Azeredo (35) o foco está sendo o fator determinante para conseguir atravessar esse período.

“Manter-me no mercado e ter claro que queria continuar nesse caminho”, foram pontos de partida na opinião da empresária que nunca antes tinha enfrentado um momento tão delicado em sua trajetória como lojista.

“Está sendo desafiador, com certeza um período de adaptação a nossa realidade, porém a João e Maria representa os meus filhos, por isso a loja tem um significado maior que vai além do financeiro, é uma grande motivação nesse momento”, desabafa.

Para isso, Sílvia tem investido em diferentes estratégias. “Busquei parcerias e assessoria de comunicação qualificada para desemprenhar novas tarefas. A organização financeira também ajudou a fortalecer vínculos com colaboradores e fornecedores, bem como manter ainda mais os clientes antigos, este último só é possível, graças ao vínculo que minha equipe de colaboradoras criou através do atendimento ao longo desses anos, transformando muitas clientes numa relação de amizade”, salienta.

Clique aqui!

Um pouco resistente ao mundo digital, a pandemia mostrou de forma forçada que era preciso apostar nesse caminho. Com ajuda de assessoria, a empresária tem investido em redes sociais com anúncios personalizados para atrair mais clientes. Também foi criado um sistema de Delivery para atender a demanda sem deixar de cumprir os protocolos de saúde e segurança que o período exige. E durante esse mês de aniversário haverá diversas promoções com preços bem atrativos.

“Tinha resistência ao online, mas o e-commerce não só abriu novas possibilidades aos clientes, com também facilitou o cumprimento de prazos financeiros junto ao meu fornecedor principal”, aponta. Mesmo com essa distância física, a empresária faz questão de manter o atendimento personalizado com simples gestos que fazem a diferença. “Tivemos até balinhas com mensagens positivas”, conta.

Uma pequena atitude que se torna grande diante de tantas incertezas que estamos vivenciando.  “Enxergo esse período como forma de aprendizado. Com certeza tudo o que está acontecendo está sendo para nos transformar e fazermos um giro de 360 graus enquanto humanidade”,  reflete.

Comentários