Canto Doce: a emocionante história da Padaria da Dona Rosa

Canto Doce: a emocionante história da Padaria da Dona Rosa

15 de junho de 2020

Na tarde do último sábado (13), a equipe da Padaria Canto Doce foi surpreendida com a triste notícia de um incêndio, ainda com causa desconhecida, que totaliza uma perda estimada em 95% de todo o maquinário e produtos. Estabelecimento tradicional na cidade, a padaria da Dona Rosa, já divulgou em nota oficial que não pretende encerrar as atividades, para seguir perpetuando os ensinamentos da matriarca que tanto adoça a vida dos alegretenses com suas delícias.

A comunidade se comoveu com a notícia e já está se mobilizando para ajudar a recuperar o negócio o mais breve possível. Veja no final do texto como ajudar!

A Revista Vanguarda contou a história da Padaria Canto Doce na edição nº17, em março de 2018. Relembre um pouco dessa emocionante trajetória:

A empresária Rosa Maria Cariolato da Silveira (66) tem o trabalho correndo nas veias, disposição que herdou da mãe, dona de casa, e do pai, agricultor. Inspirada nesses exemplos de família, há 20 anos ela conquista a clientela com a dedicação do seu trabalho e as delícias da Padaria Canto Doce.

“Meu primeiro emprego foi numa padaria, como balconista. Trabalhei dos 15 aos 17. Depois iniciei o curso de magistério, mas desisti, pois casei e fui morar na campanha. Só retornei para a cidade com meu marido (já falecido), em função dos estudos dos nossos filhos que começariam o 2º grau”, relembra Rosa.

Em 1998 o seu destino mais uma vez cruzou com o de uma padaria e então surgiu a oportunidade de investir no próprio negócio. Rosa comprou a antiga Pão e Cia, rebatizou o estabelecimento e seguiu trabalhando. No início, com o auxílio de um ajudante e do padeiro Roberto da Silva Oliveira, que segue na empresa até hoje.

“Não posso ficar longe da padaria, pois é o meu amor, onde tenho convivência com uma família criada ali. Tenho ex-funcionários que se aposentaram e seguem frequentando a minha casa como amigos”, expressa.

Toda essa força e determinação de quem vê as dificuldades como aprendizado e não tem medo do trabalho, é um grande exemplo para os filhos Regina (47), Roberto (46), Rosana (45), Rejane (42) e para os cinco netos que, no ranking da vida,  ocupam o primeiro lugar nos planos da empresária. “Eu amo o meu trabalho, mas sei que a padaria toma tempo, por isso tenho como meta poder conviver mais com meus filhos e netos e aproveitar a vida”, diz.

Alegretenses se mobilizam em prol da Padaria Canto Doce

Foi criada uma “vaquinha” virtual que pode ser acessada pelo Link: https://www.vakinha.com.br/r/1125191/4816639

Está sendo sorteada uma tela a óleo da artista Tina Santos. A rifa custa
R$5,00. Compra pelo whatsapp nos números:
(55) 99922-3656
(55) 99964-6274
(55) 99623-2896
(55) 99963-8983

Clique aqui para contatar o WhatsApp!

Também será sorteada pela Ícone Imobiliária, uma cesta de café da manhã com produtos variados em prol da Padaria Canto Doce. O valor é de R$5,00. Contato pelo telefone (55) 99618-5174.

 

Comentários