Está sendo desafiador lidar com as crianças em isolamento social? Veja essas dicas

Está sendo desafiador lidar com as crianças em isolamento social? Veja essas dicas

22 de maio de 2020

Levanta a mão aí se durante esse período de isolamento social você já perdeu a paciência com os filhos. Não se culpe! Esse momento tem sido bem diferente para você e, principalmente para as crianças, que de uma hora para outra entraram numa espécie de “férias”, porém com o agravante de não poderem passear, brincar na rua e ver os amigos. Pode estar sendo bem complicado para os pais ou responsáveis, mas já pensou que para as crianças é ainda mais frustrante?

Para completar ainda mais esse cenário que às vezes se torna caótico, muitos pais têm lidado com a pressão da “escola em casa”, colocando como meta a obrigação da criança realizar as tarefas escolares à risca.

Os pais não são professores, e não é saudável que tenham que desempenhar esta função para além de todo o desgaste emocional que todos estamos vivendo (pandemia). Então, penso que está havendo certa confusão e desgaste na relação escola- família no envio exagerado de atividades que, muitas vezes, não serão feitas ou até mesmo não trarão aprendizagem real”, salienta Cláudia dos Santos Moreira, Psicopedagoga do Espaço Psicopedagógico Intervir.

Segundo a profissional a ajuda aos filhos na realização de tarefas pode ser dividida com a família, de forma a não sobrecarregar um membro somente. Cláudia também alerta que o momento pelo qual estamos passando é atípico na história da humanidade mais recente, então é normal que ocorram mudanças no que diz respeito à educação escolar das crianças.

É natural que o processo de aprendizagem fique um tanto comprometido ou mesmo não aconteça, é importante neste momento tentar manter a vinculação com a aprendizagem, ou seja, que a criança ou adolescente mantenha hábitos de estudo, de realizar tarefas se não de forma total, ao menos parcial”, afirma.

NÃO ESTAMOS DE FÉRIAS

Apesar da flexibilização das tarefas que pode e, para a sanidade mental dos pais, deve ocorrer nesse momento, é importante deixar claro para as crianças que elas não estão de férias.

O isolamento social precisa ser visto como uma necessidade momentânea, em que devemos pensar de forma isolada e coletiva, é preciso explicar isso às crianças, aos filhos, para que não se confunda com lazer e remeta às férias. A rotina é necessária a todos nós, para manter a organização mental”, reforça Cláudia.

SE CONECTE COM SEU FILHO

Esse é um ótimo momento para você estreitar os laços com as crianças. Brinquem juntos, façam uma receita divertida na cozinha, assistam um filme, enfim, usem a criatividade, porém não encarem essa tarefa como uma obrigação.

Faz-se necessário ressaltar que os pais e responsáveis devem ter o cuidado de não relegar seu papel aos aparelhos eletroeletrônicos como computadores, celulares e videogames, estes podem ser usados sim, mas como mais um apoio e não como única fonte de aprendizagem e diversão das crianças”, finaliza a Psicopedagoga.

Confere no vídeo algumas atividades para realizar com as crianças nesse período usando os aparelhos eletrônicos de forma saudável:

Comentários