Sem título-2

Sabe aquele ditado que diz: “um é pouco, dois é bom e três é demais”? No caso da Michele Kaiser (33), de Caxias do Sul, três é bom demais, ou melhor, quatro. Espera aí que a gente explica!

Em 2011, Michele teve sua primeira filha, a Mônica, hoje com 4 anos. No início de 2013, ela e o marido Maurício (37) resolveram que era a hora de dar um irmãozinho para a filha, mas para a surpresa do casal, Mônica não ganhou apenas um irmão, mas sim três de uma só vez.

Os trigêmeos Matheus, Murilo e Marcelo (2 anos), são os protagonistas do blog criado por Michele para compartilhar a história da família. O dia a dia dos pequenos também é publicado pela mãe no facebook. A página “Os Trigêmeos da Michele” tem mais de 34 mil seguidores.

“Mesmo que o blog tenha sido feito por causa dos trigêmeos, sempre falo sobre minha filha mais velha e destinei um espaço a ela: a página “As pérolas da Mônica“.

A participação dela e de meu marido é frequente também nas nossas redes sociais”, conta.

A ideia do blog partiu das irmãs de Michele que desde o início a incentivaram por acreditarem que uma gravidez trigemelar era uma situação inusitada. Michele só ouviu os conselhos das irmãs quando precisou ficar em repouso absoluto a partir das 25 semanas de gestação. “Senti tédio e finalmente comecei a levar em consideração o que elas vinham me falando há meses”, lembra.

A página vai além de compartilhar o cotidiano da família. Ela é uma espécie de manual com várias dicas, que Michele aprendeu e continua aprendendo na prática, e tem ajudado outros pais de trigêmeos.

“Na época da gravidez, eu pesquisava muito na web sobre trigêmeos e encontrei diversos blogs que as mães tinham iniciado na gestação, mas atualizavam muito pouco após a chegada do trio e, pouco a pouco, iam parando de escrever. Minha necessidade como uma gestante trigemelar, apavorada com a gravidez, era saber como a mamãe dava conta dos filhos e como era o dia-a-dia. Acontece que elas não citavam nada disso”, diz.

Michele é professora de inglês e dá as aulas numa sala alugada no mesmo prédio onde mora. Uma maneira fácil de controlar o trio que durante o dia fica aos cuidados de uma babá. Mesmo cheia de compromissos, ela se dedica à atualização do blog e das redes sociais.

“Mesmo que as coisas estejam muito corridas, sempre encontro um tempinho para colocar uma fotinho deles ou fazer qualquer pequena atualização, porque sei que tem muita gente que nos segue e quer saber o que estamos fazendo”, relata.

“Os Trigêmeos da Michele” ganhou mais seguidores desde que a família foi pauta no portal G1, em 2014. A participação mais recente foi no programa Encontro com Fátima Bernardes, onde os três ruivinhos e a Mônica se sentiram em casa.

Por Gabriella Oliveira. Foto de Rafaela Romio.

Publicidade

Buscar

Facebook

Publicidade